Numero efetivo de partidos (NEP)

O conceito de número efetivo de partidos, introduzido por Marku Laakso e Ren Taagepera em 1979, define o grau de fragmentação do sistema partidário ponderando a força relativa das legendas que o compõem. O valor calculado aponta a quantidade de partidos com alguma relevância em um dado sistema político. Por exemplo, um NEP de 3,20 indica que um sistema partidário é “de fato” fragmentado em três partidos, mesmo que haja outros que o compõem. O NEP é calculado dividindo-se 1 pelo somatório do quadrado das proporções de votos ou de cadeiras obtidos pelos partidos em uma dada eleição conforme a fórmula abaixo, onde indica a fração de votos ou cargos obtidos pelo partido :

\[NEP = \frac{1}{\sum_{i=1}^{n} p_i^2}\]

Quando calculado utilizando-se votos, o NEP exprime a fragmentação eleitoral do sistema partidário, isto é a quantidade de partidos que contam efetivamente para a competição em eleições. O NEP calculado a partir das cadeiras exprime a fragmentação de uma casa legislativa em termos dos partidos com alguma força substantiva dentro da instituição. O primeiro, o NEP eleitoral, é frequentemente utilizado para mensurar o grau de dispersão da competição política em um país, isto é, para saber se a disputa por cargos envolve poucos ou muitos partidos. O segundo, o NEP parlamentar, indica o grau de dispersão do poder legislativo entre os partidos que compõem um órgão legislativo. Através dele pode-se saber quantos partidos estão em condições de influenciar de forma efetiva o processo legislativo.

Número efetivo de candidatos

Semelhante ao NEP, o número efetivo de candidatos mensura a dispersão de votos dados aos candidatos em uma eleição e indica o grau de concentração da competição política em um pleito. Seu uso é possível somente em países que adotam o sistema de lista aberta, como o Brasil, onde os eleitores podem votar diretamente em candidatos ao invés de somente escolher entre listas partidárias fechadas. O valor do número efetivo de candidatos permite saber se uma dada eleição foi disputada por muitos ou poucos candidatos, isto é, o quão competitiva foi o pleito. Ademais, possibilita identificar quantos candidatos chegaram a disputar de fato o cargo ao estabelecer um patamar de votação que diferencia os candidatos realmente competitivos.

NEC por regional

Para o cálculo do NEC por regional, foi necessário agregar os resultados eleitorais por regionais dos municípios. Para tanto, os resultados foram inicialmente agregados das seções eleitorais aos seus respectivos locais de votação (informados por base de dados disponibilizada pelo TSE). Para identificar a regional à qual os locais de votação pertencem, primeiramente foi feita a identificação das coordenadas geográficas desses locais de votação por meio da função geocode (do pacote ggmap) no R, com posterior correção manual de pontos que tenham sido identificados fora dos limites do município, após estes terem sido plotados em shapefile (utilizamos os shapefiles de setores censitários do ano de 2010, disponibilizado pelo IBGE). Em seguida, os resultados foram agregados segundo a variável que identifica os subdistritos (isto é, as regionais) dos municípios, de acordo com os shapefiles indicados anteriormente. A partir dos dados agregados por regional, foi calculado o NEC para cada uma delas.

Índice de fracionalização

O Índice de fracionalização parlamentar indica o tamanho da oferta de legendas em um dado sistema partidário. Uma fracionalização alta aponta a existência de um sistema multipartidário com certo grau de fragmentação onde há muitos partidos operando e competindo por cargos. Seu calculo mais comum se dá através da fórmula proposta por Douglas Rae em 1967 que é obtido a partir da subtração de 1 do somatório proporções de votos ou cargos obtidos pelos partidos políticos. Assim, o índice é calculado com a seguinte fórmula:

\[F = 1 - {\sum_{i=1}^{n} p_i^2}\]

Onde é a quota decimal de votos ou cargos do partido elevada ao quadrado. Em termos matemáticos o calculo indicia a probabilidade de que dois candidatos ou parlamentares tomados em conjunto em um dado universo pertençam ao mesmo partido O resultado é um valor entre 0 e 1 onde zero indica um sistema de partido único e um indica um sistema de fragmentação total onde cada indivíduo vota por um parido próprio. O índice fracionalização é especialmente útil para a comparação de sistemas partidários indicando aqueles que são caracterizados por maior ou menor dispersão de votos ou cadeiras legislativas.

Valor do Voto

O valor do voto é a simple divisão do total de despesas do candidato pela quantidade de voto obetidos. Todos dados de financimaneto de campanha são parciais, pois as prestações de contas ainda não foram finalizadas. A coleta foi feita no dia 04 de dezembro de 2016.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.